domingo, outubro 04, 2015

O Engenho Galileia e a História Nova do Brasil é tema de palestra na décima bienal do livro

Neste domingo (4) a décima Bienal do Livro de Pernambuco recebe a palestra O Engenho Galileia e a História Nova do Brasil: Literatura e Sociedade, na plataforma da União Brasileira de Escritores (UBE), às 16h. A roda histórica terá como palestrantes o escritor e professor José Bezerra de Lemos e o também professor e morador do engenho de Vitória de Santo Antão, Zito da Galileia, testemunha viva das Ligas Camponesas que brotaram na região. A palestra “Engenho Galileia e a História Nova do Brasil: Literatura e Sociedade” traz a abordagem das Ligas Camponesas no local, em 1º de janeiro de 1955. As Ligas Camponesas não existem mais, porém vivem na memória dos pernambucanos. O legado histórico do Engenho Galileia é de grande relevância, uma vez que é documento vivo acerca do golpe militar de 1964 sobre os trabalhadores de cana-de-açúcar, que buscavam, apenas,  amplo acesso à terra como meio de sobrevivência. Na ocasião, não só o ponto de vista literário será abordado, mas serão mostradas as verdadeiras vítimas do período. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário